Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4

Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4
Estamos atualizando nosso cadastro de políticos que possuem sua fichinha mais suja que pau de galinheiro. Também disponibilizaremos a lista de quem falta mais às sessões e comissões, uso de verbas indenizatórias, doações e patrimônio dos políticos. Aguardem.

terça-feira, 23 de junho de 2009

PESSOAS COMUNS E PESSOAS NÃO COMUNS

O presidente Lula comentou que o presidente do Senado, senador Sarney, devido a sua história não deveria ser tratado como uma pessoa comum, eu concordo plenamente com o presidente.

Pessoas comuns trabalham diariamente, suam para garantir o sustento de sua família, andam de ônibus, metrô, vão trabalhar a pé, e existem também pessoas comuns com um nível de vida mais elevado, mas que também trabalham todos os dias para garantir a qualidade de vida de suas famílias.

Tudo de forma honesta, o que possuem é resultado de seu trabalho.

Já o incomum presidente do senado não partilha de toda esta honestidade, usa de seu cargo para garantir mordomias irregulares para os seus, emprega familiares quando não devia e não podia, encobre atos 'secretos', que são de conhecimento da maioria dos senadores entre outras maracutaias que serão desvendadas com o passar do tempo, ou não.

Nosso presidente, acostumado a passar cheque em branco para corruptos, a defender governos terroristas, a não saber o que acontece ao seu redor e a trabalhar com bandidos, desta vez deu uma opinião correta (mesmo sem querer), quando disse que o Sr. Sarney não deveria ser tratado como um comum, que deveria ter um tratamento diferenciado.

Concordo com nosso presidente, o Senador Sarney deve ser tratado da mesma forma como se tratam os ladrões, assassinos, traficantes, estupradores, corruptos. Deve ser tratado como réu.

Pessoas comuns não precisam ser investigadas, quando precisam, deixam de ser comuns, são incomuns.
Mesmo sem querer nosso presidente deu 'uma' dentro.

Nenhum comentário:

SIGAM O ELEGENDO