Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4

Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4
Estamos atualizando nosso cadastro de políticos que possuem sua fichinha mais suja que pau de galinheiro. Também disponibilizaremos a lista de quem falta mais às sessões e comissões, uso de verbas indenizatórias, doações e patrimônio dos políticos. Aguardem.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

VOCÊ DECIDE - SENADOR MAURO FECURY

Do Transparência Brasil

Mauro Fecury (PMDB-MA)
Senado Federal/BR

Nome de batismo:
Mauro de Alencar Fecury

CPF: 002.093.501-30

Período: 2003-2011

Cargos relevantes: Presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (1977-1978); prefeito de São Luís (1979-1980, ARENA-MA; 1983-1985, PDS-MA); deputado estadual (1983-1987, PDS-MA); assessor da Presidência da República (1988); deputado federal por quatro legislaturas (1988-1991, PFL-MA; 1993-1995, PTB-MA; 1995-1999; 1999-2003, PFL-MA). Suplente na legislatura 2003-2011 assumiu o cargo pelo PMDB em maio de 2009 após a renúncia de Roseana Sarney, que tomou posse do mandato de governadora do Maranhão.

Outros dados relevantes: Formado em engenharia civil. É empresário, proprietário do Centro Universitário Euro-Americano (Unieuro). É pai do deputado federal Clóvis Fecury.

Histórico de filiações partidárias: ARENA, PDS, PFL, PTB, PFL e PMDB.

e-mail: webmaster.secs@senado.gov.br

Eleito(a) pelo PMDB.


TRF-1 Agravo de Instrumento Nº2009.01.00.017861-0 e Nº2006.01.00.031782-0 - Referentes a TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão Ação Civil Pública (Nº2006.37.00.002940-5) ajuizada pelo Ministério Público por danos ao patrimônio histórico. Esta deu início ao TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão Cumprimento Provisório de Sentença (Nº2009.37.00.000878-0).

TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão Execução Fiscal Nº2008.37.00.001707-2 - É processado em ação ajuizada pelo Instituto Nacional do Seguro Social.

TJ-MA Comarca de São Luís - É processado em ação de Execução Fiscal Nº39462009, 191852006, 118242007 movido pelo município de São Luís.

Deu no jornal

Em seu segundo mandato à frente do Poder Executivo de São Luis, a prefeitura teria adquirido um terreno em forma de cratera por mais de R$ 1,4 milhão de Jorge Murad, marido de Roseana Sarney. Após a compra, técnicos teriam constatado que o local era inviável para construção de imóveis.(Jornal Pequeno, 28.abr.2004; 7.ago.2004; 22.ago.2004).

Quando exercia o mandato de senadora, Roseana Sarney teria contratado um empregado que além de exercer um cargo em seu gabinete, também trabalharia em sua residência. A dupla jornada de trabalho seria remunerada com verba do Senado. Após renunciar para assumir o mandato de governadora do Maranhão, o funcionário continuaria prestando serviços na resindência de Roseana e no gabinete de Fecury (Folha de S. Paulo, 21.jun.2009; O Globo, 21.jun.2009 ; Zero Hora, 22.jun.2009).

Nenhum comentário:

SIGAM O ELEGENDO