Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4

Supremo Condena quadrilha Petista mensaleira por 6 x 4
Estamos atualizando nosso cadastro de políticos que possuem sua fichinha mais suja que pau de galinheiro. Também disponibilizaremos a lista de quem falta mais às sessões e comissões, uso de verbas indenizatórias, doações e patrimônio dos políticos. Aguardem.

sábado, 25 de setembro de 2010

DO BLOG DA LÚCIA HIPPÓLITO

Um país muito peculiar

O Brasil é realmente um país dos mais interessantes.

Eu não perderia esta campanha eleitoral por nada.

Temos um presidente em final de segundo mandato, com 80% de popularidade, que ao que tudo indica vai eleger sua sucessora em primeiro turno. Mas ele não está feliz.

Vocifera contra tudo e contra todos.

Os empresários estão felicíssimos. Jamais ganharam tanto dinheiro. Os banqueiros não conseguem parar de rir. Mas Lula se diz vítima do preconceito das elites.

José Dirceu, alto comissário petista, depois de municiar a imprensa durante anos com dossiês, sigilos bancários e fiscais de adversários, faz discurso contra o excesso de liberdade de informar e sobre a necessidade de controlar a mídia.

Jornalistas, que deveriam ser os primeiros a defender a liberdade de expressão, abriram a sede de seu sindicato em São Paulo, para que as centrais sindicais realizem um ato público... contra parte da imprensa.

Ah, estarão presentes os tais "blogueiros progressistas". Todos sustentados por dinheiro público.

Enquanto isso, intelectuais fazem o seu papel. E qual é ele? Assinar manifestos. Desta vez, contra o autoritarismo de Lula e em defesa da democracia.

O mais curioso é que lideram as assinaturas fundadores do PT como Hélio Bicudo, vice-prefeito na gestão de Marta Suplicy, e entusiastas do PT, como o arcebispo d. Paulo Evaristo Arns.

Mas a democracia não está sendo ameaçada.

Instituições funcionam, eleições vão ser realizadas, a campanha vai de vento em popa, o STF está julgando a validade da Lei da Ficha Limpa.

Mas intelectual exerce uma função relevante. A de alertar a sociedade.

E se não bastasse, o Clube Militar, no Rio de Janeiro, que exerceu papel importantíssimo em épocas passadas, realiza um painel sobre "A democracia ameaçada".

É bem verdade que o Clube Militar sempre liderou a turma que ameaçava a democracia. Menos mal que agora esteja querendo defendê-la.

É ou não é um país interessantíssimo? Eu não trocaria por nenhum outro.

Nenhum comentário:

SIGAM O ELEGENDO